Conservação do grelhado e grelhas de caldeiras: Saiba tudo sobre isso

28 nov, 2022 | Biomassa, Caldeiras, Eficiência energética | 2 Comentários

Com o avanço da mecanização industrial, as caldeiras estão cada dia mais modernas e eficientes, ocasionando uma maior capacidade de queima de diferentes combustíveis. As grelhas para caldeiras, por exemplo, avançaram significativamente.

Fixas ou móveis, as grelhas da caldeira permitem a queima de combustíveis com diferentes teores de umidade, além de exigirem menores índices de manutenção. Mas tanto o grelhado quanto as grelhas exigem uma boa conservação. 

A indústria deve partir do pressuposto de que um bom planejamento de ações preventivas e preditivas deve ser considerado como investimento e não como uma despesa e as grelhas estão incluídas nisso.

Grelhas: parte importante que auxilia na eficiência da caldeira

Em diversos setores industriais, as caldeiras são imprescindíveis. Elas são constituídas por dezenas de peças e componentes, cada uma com sua função para garantir o funcionamento e promover o desempenho. A grelha é uma delas. 

As grelhas para caldeiras são equipamentos auxiliares de combustão e são parte integrante da fornalha. Elas são compostas de elementos fundidos que ajudam a liberar calor de forma eficiente para a secagem rápida do combustível escolhido. 

A grelha tem a função de melhorar a eficiência da combustão, além de reter, momentaneamente, cinzas e resíduos gerados durante a queima.

Há basicamente três variações de grelhas utilizadas em caldeiras:

Grelha fixa – representada por um sistema de combustão inclinado, sendo própria para a queima de cavaco, toletes ou lenha em toras. 

A alimentação do combustível é feita através da sua colocação sobre a grelha. Através da gravidade há o deslocamento do material. Enquanto isso, a combustão é realizada.

Grelha Móvel – Este tipo de grelha realiza um movimento de avanço e recuo, com isso, o combustível é tombado à medida que avança sobre a mesma. Ela é inclinada de forma a proporcionar um escoamento do combustível mais uniforme. 

Grelha Rotativa – Formada por elementos fundidos, montados sobre barras transversais de suporte, conectadas a correntes de translação e movidas por motor elétrico, as grelhas rotativas têm sua velocidade controlada através de inversores de frequência. 

Este tipo de grelha possui suas extremidades apoiadas em mancais externos à fornalha, proporcionando baixa manutenção e permitindo operação contínua durante todo o ano.

 

Conservação do grelhado e das grelhas de caldeiras: Por que deve ser prioridade?

Com o atual mercado de combustíveis sustentáveis, o principal aliado na conservação de uma caldeira é garantir seu monitoramento ativo. Saber e entender como ela funciona a cada situação possibilita mais economia e eficiência.

No caso do grelhado, a conservação garante uma queima mais eficiente do combustível, garantindo sustentabilidade e produtividade.

Dessa forma, a conservação das grelhas para caldeiras deve considerar:

  • Verificação da existência de possíveis objetos estranhos na grelha;
  • Verificar se há algum vazamento da parte hidráulica, que é o sistema de acionamento da grelha reciprocante (fixa-móvel);
  • Verificar a grelha sempre que houver uma mudança na composição do combustível queimado na fornalha. Saber o que está sendo queimado é de suma importância para garantir a vida útil de qualquer sistema de queima, incluindo a grelha;
  • Fazer o rodízio das grelhas (elementos fundidos) uma vez ao ano, da mesma forma com que ocorre com os pneus de um veículo;

 

A limpeza da caldeira também merece atenção

Além da conservação do grelhado, a limpeza de toda a caldeira também merece total atenção.

Para isso, algumas medidas devem ser consideradas, tais como:

  • O período recomendado para se fazer a limpeza varia em função do tipo de combustível e regime de operação (tempo diário de operação) e até o modo de operação. Para determinar um período satisfatório entre as limpezas, o mais recomendável é a realização de inspeções periódicas.
  • Priorizar a limpeza dos tubos de chama da parte flamotubular da caldeira e de feixes tubulares (quando houver). Esse processo pode ser feito de forma automática por sopradores de fuligem.
  • Cabe ao operador observar se todos os acionamentos estão funcionando perfeitamente e ajustar o tempo de limpeza ao monitorar a queima numa eventual mudança de combustível;
  • Verificar e fazer a limpeza de possíveis incrustações e algum tipo de anomalia, normalmente feita anualmente. No entanto, o intervalo de tempo para esta ação pode reduzir devido a resultados de um combustível peculiar ou de problema no tratamento da água da caldeira;
  • A conservação da limpeza do equipamento depende do regime de trabalho, do tipo de água de alimentação, da prática do reaproveitamento de condensado e da qualidade do próprio tratamento. Por isso não é possível fixar um período rigoroso entre limpezas;
  • A limpeza dos plenums (câmaras de ar sob grelha), quando não for automático, deve ser feita periodicamente;
  • Outros itens que podem ser avaliados são os tanques de água, verificando possíveis impurezas;

Vale ressaltar que depois de realizados todos os trabalhos de limpeza e reparos, deve-se fazer a Lavagem Química de acordo com as normas usuais.

Portanto, priorize a conservação de suas grelhas para caldeiras e garanta maior eficiência de queima dos combustíveis utilizados.

Continue acompanhando o blog da Burntech e saiba tudo sobre as características e uso das caldeiras. 

quanto-vale-1-da-eficiencia-da-sua-caldeira

5/5 - (5 votes)

Compartilhe esse post!

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Caldeira aquatubular na geração energética

Caldeira aquatubular na geração energética: entenda a importância

De grande importância na transição da matriz energética brasileira, as termelétricas são caracterizadas por gerar grandes demandas de vapor. Assim, são a segunda maior geradora de energia do país. Para isso, muitos projetos optam pela caldeira aquatubular. As...
ASME

Normas ASME em caldeiras: garantindo segurança e eficiência

Para total qualidade e eficiência, caldeiras e vasos de pressão devem possuir uma estrutura de engenharia muito bem elaborada, evitando que, em operação, elas enfrentem falhas simples e até acidentes de maior gravidade. A norma que proporciona isso é a ASME....
Limpeza de caldeiras

Manutenção periódica e limpeza de caldeiras: saiba quando e como fazer

De acordo com dados extraídos do banco de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e citados neste relatório, entre 2016 e 2020, foram registrados 9.347 acidentes de trabalho relacionados a caldeiras e vasos de pressão no Brasil, resultando em 49 óbitos. Por...
Caldeira na indústria farmacêutica

Caldeira na indústria farmacêutica: conheça a importância

A caldeira é um essencial para a geração de vapor em muitas indústrias, desde a alimentícia até a de petróleo. Mas você sabia que a indústria farmacêutica também depende dela? Nesse segmento, o vapor faz parte de atividades desde o aquecimento até a esterilização de...
Eficiência energética da caldeira a biomassa

6 dicas para aumentar a eficiência energética da caldeira a biomassa

O uso da caldeira a biomassa é, na atualidade, uma opção ideal para muitas indústrias, principalmente pelo custo-benefício e pela sustentabilidade oferecida.  No entanto, é preciso garantir que essas caldeiras tenham a maior eficiência energética possível, a fim de...
Melhor caldeira industrial

Saiba qual é a melhor caldeira industrial para o seu negócio

A eficiência energética é extremamente importante para o sucesso das indústrias. Independente do ramo de atuação, a energia faz parte do processo produtivo. Para gerá-la, é comum utilizar uma caldeira industrial. A caldeira industrial é um equipamento necessário em...
Sistema de vapor

Geração de vapor: como funciona um sistema de vapor industrial?

O “coração” do sistema de vapor industrial é o gerador de vapor. Ele usa uma fonte de calor para ferver a água e convertê-la em vapor. Consequentemente, a energia contida no vapor atua em uma ampla gama de aplicações industriais. Por meio de um sistema de vapor, irá...
Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Nos mais variados processos industriais, a geração de vapor é uma das necessidades mais relevantes por permitir a realização de procedimentos essenciais para a maioria dos segmentos. A energia contida no vapor é fundamental em uma ampla gama de aplicações industriais,...
Caldeira para laticínio

Caldeira para laticínio: entenda a importância para o segmento

A indústria de laticínios produz alimentos à base de leite, como queijos, iogurte e requeijão. Para a realização dos processos, utilizam a caldeira para laticínio. Esse equipamento é fundamental para a produção de calor, muito utilizado para a criação de múltiplos...
Caldeira industrial

Caldeira Industrial: saiba como escolher o modelo ideal

Essencial em diferentes tipos de processos industriais, a caldeira industrial tem a função de produzir e acumular vapor sob elevadas pressões, utilizando a queima de combustíveis, como óleos e a biomassa. Por sua ampla utilidade, há diferentes tipos de caldeiras que...

2 Comentários

  1. wsmg industria de moinhos e equipamentos ltda,

     

    Estamos a procura de fornecedor de GRELHA MÓVEL, e pedimos contato com setor comercial.

    Nossa necessidade: GRELHA MÓVEL PARA 5.000.000 kcal/h,

    Nossa fornalha: C 2.280, L 3.240, A 3.000.

    Responder
    • Burntech

      Olá!

      Você pode entrar em contato com os nossos profissionais através desse link. Qualquer informação, nossos especialistas estão à disposição para responder.

      Agradecemos o interesse!

      Equipe Burntech

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *