Corrosão em caldeiras: O que fazer para evitar?

25 nov, 2021 | Caldeiras | 0 Comentários

As caldeiras são equipamentos amplamente utilizados em processos industriais. Elas se caracterizam por produzir e acumular vapor sob alta pressão, sempre superior à atmosférica. Porém, um problema comum delas é a corrosão em caldeiras que, em muitos casos, pode representar um sério problema capaz de afetar seriamente o uso deste equipamento.

Exatamente por isso, conhecer os fatores que elevam a presença de processos corrosivos em caldeiras, assim como as medidas para evitar que isso aconteça, são fundamentais para garantir o bom funcionamento deste gerador de vapor e a segurança dos colaboradores.

Conheça então quais são os fatores que contribuem com o surgimento da corrosão em caldeiras, assim como as medidas preventivas recomendadas para evitar que este problema aconteça.

 

Corrosão em caldeiras: Entendendo mais sobre este sério problema

A corrosão é caracterizada como um mal natural, sendo representada pela redução da espessura das superfícies. Este problema é percebido em praticamente todo tipo de equipamento, através de um certo desgaste de peças, porosidade e com uma cor marrom-avermelhada (“cor de ferrugem”).

De fato, a corrosão é mais comum do que imaginamos, no entanto, a corrosão em caldeiras pode representar um sério problema se não identificada a tempo, principalmente pela possível formação de fissuras e redução da espessura das paredes da caldeira, fazendo com que o equipamento possa não suportar altas pressões.

Assim, a corrosão em caldeiras pode ocorrer das seguintes formas:

  • Dentro dos tubos e coletores, principalmente pela deficiência de tratamento da água e, no caso da presença de oxigênio (O2) e dióxido de carbono (CO2) dissolvidos, devido à má desaeração;
  • Na parte externa dos tubos, pela formação de sais de vanádio (se conter no óleo combustível) que agem como catalisadores na criação de ácido sulfúrico a partir de S02.

A corrosão pode ser observada também na parte externa da caldeira principalmente devido a ação de condições atmosféricas específicas.

 

Fatores que podem acelerar a corrosão em caldeiras

A corrosão em caldeiras costuma aparecer de três formas distintas: corrosão localizada, por pite ou alvéolo. Mas, independentemente do tipo de corrosão, é preciso entender que algumas são as circunstâncias que, quando presenciadas em caldeiras, podem elevar e acelerar processos corrosivos. 

Estas circunstâncias podem ser conhecidas como fatores aceleradores da corrosão e englobam:

  • pH ácido, 
  • Oxigênio dissolvido, 
  • Teores elevados de hidróxido de sódio, 
  • Teores elevados de cloretos, 
  • Presença de cobre e níquel, sólidos suspensos, gás sulfídrico e depósitos porosos,
  • Presença de complexantes ou quelentes, hide-out e, menos frequentemente,
  • Correntes de fuga e choques térmicos.

O que ocorre é que infelizmente a corrosão em caldeiras costuma apresentar identificação bastante difícil, pois ela pode ocorrer internamente e geralmente não é acompanhada pela elevação da pressão durante o trabalho, nem é facilmente detectada por equipamentos de medição.

Sendo assim, uma visão mais ampla sobre os principais aceleradores de corrosão em caldeiras torna-se essencial, principalmente para estabelecer as medidas preventivas recomendadas para evitar ou retardar processos corrosivos. Afinal, o conhecimento é cada vez mais relevante para tomadas de decisão mais assertivas.

 

Prevenção! A melhor medida para evitar ocorrências de corrosão

Por ser um processo natural, a corrosão em caldeiras costuma ser inevitável. Mas, para evitar que o problema se agrave, a prevenção será sempre a melhor estratégia.

Assim, diversos procedimentos podem ser adotados para prevenir casos mais sérios de corrosão. Em um primeiro momento, o tratamento das águas de alimentação é essencial, com este processo abrangendo a clarificação dos agentes. Essa etapa envolve algumas atividades, como:

  • Retirada da turbidez, cor e gases;
  • Remoção da dureza do ferro e do manganês;
  • Desmineralização.

Os tratamentos internos também são recomendados para evitar a corrosão em caldeiras. Essas medidas se baseiam na remoção química do oxigênio pela desaeração com hidrazina e sulfato de sódio, por meio da neutralização de dióxido de carbono.

Mas, além disso, a manutenção periódica e as limpezas das partes da caldeira são práticas essenciais para evitar a corrosão em caldeiras de maneira estratégica, mais adequada e preventiva.

É muito importante também manter a higienização do equipamento seguindo as indicações do fabricante. Dessa maneira, a caldeira terá uma maior vida útil e terá menos riscos de sofrer com a corrosão.

Por fim, é essencial adquirir caldeiras de empresas que priorizam a máxima qualidade construtiva de seus produtos, que utilizam aço de excelente qualidade, e que sejam fabricadas por profissionais devidamente qualificados para essa ação.

 

Continue a entender mais fatores relacionados à caldeiras acompanhando o blog da Biocal Burntech.

[Contato] Quer ter a melhor caldeira do Brasil? Clique aqui e entre em contato! | Entre em contato| Burntech

5/5 - (3 votes)

Compartilhe esse post!

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Caldeira aquatubular na geração energética

Caldeira aquatubular na geração energética: entenda a importância

De grande importância na transição da matriz energética brasileira, as termelétricas são caracterizadas por gerar grandes demandas de vapor. Assim, são a segunda maior geradora de energia do país. Para isso, muitos projetos optam pela caldeira aquatubular. As...
ASME

Normas ASME em caldeiras: garantindo segurança e eficiência

Para total qualidade e eficiência, caldeiras e vasos de pressão devem possuir uma estrutura de engenharia muito bem elaborada, evitando que, em operação, elas enfrentem falhas simples e até acidentes de maior gravidade. A norma que proporciona isso é a ASME....
Limpeza de caldeiras

Manutenção periódica e limpeza de caldeiras: saiba quando e como fazer

De acordo com dados extraídos do banco de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e citados neste relatório, entre 2016 e 2020, foram registrados 9.347 acidentes de trabalho relacionados a caldeiras e vasos de pressão no Brasil, resultando em 49 óbitos. Por...
Caldeira na indústria farmacêutica

Caldeira na indústria farmacêutica: conheça a importância

A caldeira é um essencial para a geração de vapor em muitas indústrias, desde a alimentícia até a de petróleo. Mas você sabia que a indústria farmacêutica também depende dela? Nesse segmento, o vapor faz parte de atividades desde o aquecimento até a esterilização de...
Eficiência energética da caldeira a biomassa

6 dicas para aumentar a eficiência energética da caldeira a biomassa

O uso da caldeira a biomassa é, na atualidade, uma opção ideal para muitas indústrias, principalmente pelo custo-benefício e pela sustentabilidade oferecida.  No entanto, é preciso garantir que essas caldeiras tenham a maior eficiência energética possível, a fim de...
Melhor caldeira industrial

Saiba qual é a melhor caldeira industrial para o seu negócio

A eficiência energética é extremamente importante para o sucesso das indústrias. Independente do ramo de atuação, a energia faz parte do processo produtivo. Para gerá-la, é comum utilizar uma caldeira industrial. A caldeira industrial é um equipamento necessário em...
Sistema de vapor

Geração de vapor: como funciona um sistema de vapor industrial?

O “coração” do sistema de vapor industrial é o gerador de vapor. Ele usa uma fonte de calor para ferver a água e convertê-la em vapor. Consequentemente, a energia contida no vapor atua em uma ampla gama de aplicações industriais. Por meio de um sistema de vapor, irá...
Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Nos mais variados processos industriais, a geração de vapor é uma das necessidades mais relevantes por permitir a realização de procedimentos essenciais para a maioria dos segmentos. A energia contida no vapor é fundamental em uma ampla gama de aplicações industriais,...
Caldeira para laticínio

Caldeira para laticínio: entenda a importância para o segmento

A indústria de laticínios produz alimentos à base de leite, como queijos, iogurte e requeijão. Para a realização dos processos, utilizam a caldeira para laticínio. Esse equipamento é fundamental para a produção de calor, muito utilizado para a criação de múltiplos...
Caldeira industrial

Caldeira Industrial: saiba como escolher o modelo ideal

Essencial em diferentes tipos de processos industriais, a caldeira industrial tem a função de produzir e acumular vapor sob elevadas pressões, utilizando a queima de combustíveis, como óleos e a biomassa. Por sua ampla utilidade, há diferentes tipos de caldeiras que...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *