História e evolução das caldeiras: da eolípila à biomassa

24 jul, 2023 | Caldeiras | 0 Comentários

No ambiente industrial, o uso do vapor é muito diverso. Ele é aplicado tanto para geração de energia, quanto para processos de esterilização e movimentação de máquinas. Para sua geração, há o uso de caldeiras.

Mas você conhece a verdadeira história das caldeiras? Na humanidade, a importância delas é tão grande devido à capacidade de gerar energia.

Assim, engana-se quem pensa que as caldeiras surgiram junto com a Revolução Industrial: a história destes equipamentos é muito mais antiga do que pensamos.

Acompanhe este artigo e conheça um pouco da história destes equipamentos de grande importância para o desenvolvimento da indústria.

 

Eolípila: a primeira “máquina a vapor”

Eolípila: a primeira máquina a vapor

De fato, a caldeira que conhecemos hoje se tornou mais popular durante a Revolução Industrial (segunda metade do século XVIII). Mas, antes disso, precisamos contar a história das máquinas térmicas.

Estudos indicam que a “primeira máquina a vapor do mundo” foi criada aproximadamente no primeiro século D.C., e ficou conhecida como “eolípila”.

Desenvolvida por Heron de Alexandria, a eolípila (ou “bola de vento”) possuía uma câmara (esférica ou cilíndrica) com tubos curvados, onde o vapor era expelido. 

Dessa forma, a força gerada pelo vapor fazia o aparelho girar. Normalmente, a água era aquecida numa bacia ligada à câmara giratória por um par de tubos — os quais serviam como eixo para a câmara.

Mesmo utilizado como entretenimento, este conceito tornou-se o embrião das primeiras caldeiras.

 

Século XVII – surgimento das primeiras caldeiras a vapor

Século XVII – surgimento das primeiras caldeiras a vapor

Pesquisas bibliográficas indicam que a primeira e verdadeira máquina térmica é legado do físico francês, Denis Papin. Em 1690, ele inventou um aparelho semelhante à panela de pressão, assim como a primeira válvula de segurança conhecida. 

Posteriormente, os inventores ingleses Thomas Newcomen e Thomas Savery aperfeiçoaram as máquinas. A invenção de Savery foi patenteada em 1698, e aperfeiçoada em 1712 por Newcomen e John Calley. 

Nessa máquina, o vapor gerado pela caldeira era enviado para um cilindro localizado na parte superior do equipamento. 

Após, um pistão era puxado para cima por um contrapeso. Quando ele se enchia de vapor, injeta-se água. Assim, condensava o vapor e reduzia a pressão, fazendo o ar movimentar o pistão para baixo.

Com o passar do tempo, as máquinas foram sendo aperfeiçoadas. James Watt, por exemplo, modificou um pouco o formato da caldeira a vapor. Ele desenhou o tipo vagão, percursor das caldeiras utilizadas em locomotivas a vapor.

 

Caldeira de convecção: a raiz das atuais

O desenvolvimento das caldeiras sempre foi constante. Em 1867, por exemplo, ocorreu a evolução dos modelos de convecção, dando o “start” para a indústria de geração de vapor. 

Os primeiros equipamentos surgiram diante da necessidade de substituir o carvão, pois gerava muitos inconvenientes durante a combustão.

As primeiras caldeiras de convecção possuíam uma unidade central (a caldeira), responsável por distribuir o vapor para outros maquinários industriais.

No final do século XVIII e início do século XIX, os primeiros modelos com tubos de água foram desenvolvidos. Em 1880, Alan Stirling desenvolveu a variação de tubos curvados, cuja concepção é utilizada também nas caldeiras atuais.

 

Caldeiras a biomassa: sustentabilidade à geração de vapor

Caldeiras a biomassa: sustentabilidade à geração de vapor

Conforme a evolução constante dos equipamentos, as caldeiras atuais são concebidas visando levar mais sustentabilidade à geração energética. Diante dessa necessidade, os fabricantes priorizam o desenvolvimento de caldeiras a biomassa.

Conhecidas por unir automação e sustentabilidade, as caldeiras a biomassa têm a capacidade de gerar energia limpa e em volume suficiente para o ambiente industrial. Para isso, há o uso de diversas fontes de biomassa, como:

  • Lenha;
  • Cavaco;
  • Briquetes; e 
  • Derivados agroflorestais.

Para o futuro, a tendência é a evolução constante de caldeiras com melhor aproveitamento do poder calorífico das biomassas, sempre com foco na eficiência da geração de vapor e no desenvolvimento sustentável.

Neste cenário, a Burntech apresenta, ao mercado, as melhores caldeiras, que oferecem boa produção de vapor, eficiência, segurança e ótimo custo-benefício. Vale a pena conhecer!

Aproveite este tema e entenda as principais diferenças entre os tipos de caldeiras mais adotadas por indústrias.

Caldeira a biomassa: baixe o material da Burntech e saiba como escolher a melhor

5/5 - (1 vote)

Compartilhe esse post!

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Caldeira aquatubular na geração energética

Caldeira aquatubular na geração energética: entenda a importância

De grande importância na transição da matriz energética brasileira, as termelétricas são caracterizadas por gerar grandes demandas de vapor. Assim, são a segunda maior geradora de energia do país. Para isso, muitos projetos optam pela caldeira aquatubular. As...
ASME

Normas ASME em caldeiras: garantindo segurança e eficiência

Para total qualidade e eficiência, caldeiras e vasos de pressão devem possuir uma estrutura de engenharia muito bem elaborada, evitando que, em operação, elas enfrentem falhas simples e até acidentes de maior gravidade. A norma que proporciona isso é a ASME....
Limpeza de caldeiras

Manutenção periódica e limpeza de caldeiras: saiba quando e como fazer

De acordo com dados extraídos do banco de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e citados neste relatório, entre 2016 e 2020, foram registrados 9.347 acidentes de trabalho relacionados a caldeiras e vasos de pressão no Brasil, resultando em 49 óbitos. Por...
Caldeira na indústria farmacêutica

Caldeira na indústria farmacêutica: conheça a importância

A caldeira é um essencial para a geração de vapor em muitas indústrias, desde a alimentícia até a de petróleo. Mas você sabia que a indústria farmacêutica também depende dela? Nesse segmento, o vapor faz parte de atividades desde o aquecimento até a esterilização de...
Eficiência energética da caldeira a biomassa

6 dicas para aumentar a eficiência energética da caldeira a biomassa

O uso da caldeira a biomassa é, na atualidade, uma opção ideal para muitas indústrias, principalmente pelo custo-benefício e pela sustentabilidade oferecida.  No entanto, é preciso garantir que essas caldeiras tenham a maior eficiência energética possível, a fim de...
Melhor caldeira industrial

Saiba qual é a melhor caldeira industrial para o seu negócio

A eficiência energética é extremamente importante para o sucesso das indústrias. Independente do ramo de atuação, a energia faz parte do processo produtivo. Para gerá-la, é comum utilizar uma caldeira industrial. A caldeira industrial é um equipamento necessário em...
Sistema de vapor

Geração de vapor: como funciona um sistema de vapor industrial?

O “coração” do sistema de vapor industrial é o gerador de vapor. Ele usa uma fonte de calor para ferver a água e convertê-la em vapor. Consequentemente, a energia contida no vapor atua em uma ampla gama de aplicações industriais. Por meio de um sistema de vapor, irá...
Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Nos mais variados processos industriais, a geração de vapor é uma das necessidades mais relevantes por permitir a realização de procedimentos essenciais para a maioria dos segmentos. A energia contida no vapor é fundamental em uma ampla gama de aplicações industriais,...
Caldeira para laticínio

Caldeira para laticínio: entenda a importância para o segmento

A indústria de laticínios produz alimentos à base de leite, como queijos, iogurte e requeijão. Para a realização dos processos, utilizam a caldeira para laticínio. Esse equipamento é fundamental para a produção de calor, muito utilizado para a criação de múltiplos...
Caldeira industrial

Caldeira Industrial: saiba como escolher o modelo ideal

Essencial em diferentes tipos de processos industriais, a caldeira industrial tem a função de produzir e acumular vapor sob elevadas pressões, utilizando a queima de combustíveis, como óleos e a biomassa. Por sua ampla utilidade, há diferentes tipos de caldeiras que...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *