Saiba tudo sobre a NR-13

13 jun, 2022 | Caldeiras, normas, NR, Segurança | 0 Comentários

Você tem caldeiras e vasos de pressão em sua empresa? Então você deve ter uma grande preocupação com o processo de instalação, inspeção, manutenção ou operação destes equipamentos e cabe à NR-13 regulamentar tudo isso.

A Norma Regulamentadora número 13, ou simplesmente NR-13 estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de caldeiras a vapor, vasos de pressão e todas suas tubulações, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores.

Acompanhe nosso conteúdo de hoje e confira os principais tópicos presentes na NR-13 que você deve conhecer.

O que é a NR-13?

 Instituída pelo Ministério do Trabalho pela Secretaria de Segurança e Saúde do Trabalho, a NR-13 é responsável por determinar os regulamentos para empresas que trabalham com caldeiras e vasos de pressão.

Ao longo dos seus mais de 40 anos de história, essa norma passou por oito processos de revisão e teve seu título alterado algumas vezes, mas, de forma geral, esta NR estabelece regras em relação a equipamentos, principalmente no âmbito da segurança e proteção.

Com o objetivo de garantir a saúde e segurança dos trabalhadores envolvidos, a NR-13 é uma norma de aplicação obrigatória dentro das organizações que tenham esses equipamentos instalados. 

Assim, essa NR é importante para assegurar:

  • Responsabilidades e condições para a instalação;
  • Segurança de operação;
  • Segurança de manutenção;
  • Inspeção de segurança nas caldeiras e vasos de pressão.

Seguindo essa linha, a NR-13 é um requisito básico, mas obrigatório, para garantir a integridade destes equipamentos que operam sempre sob pressão e temperatura superior à normal.

 

Aplicações da NR-13

A NR-13 visa estabelecer todos os requisitos necessários, tanto na ordem técnica como legal, relativos à instalação, manutenção, operação e inspeção de caldeiras e vasos de pressão. 

Essa NR se aplica às caldeiras, vasos de pressão além de tubulações ligadas a caldeiras ou vasos de pressão que contenham fluidos de classe A ou B.

Segundo essa NR, as caldeiras são classificadas em três categorias:

 – Caldeiras da categoria A: Apresentam pressão de operação igual ou superior a 1960 kPa (19,98 kgf/cm2);

 – Caldeiras da categoria C: Têm pressão de operação igual ou inferior a 588 kPa (5,99 kgf/cm2);

 – Caldeiras da categoria B: Todas as caldeiras que não se enquadram nas categorias anteriormente apresentadas.

Já os vasos de pressão, para efeito desta NR, são classificados em categorias de acordo com a classe de fluido e o potencial de risco. Os fluidos contidos nos vasos de pressão são classificados em:

Classe A:

  • Fluidos inflamáveis;
  • Fluidos combustíveis com temperatura superior ou igual a 200 ºC;
  • Fluidos tóxicos com limite de tolerância igual ou inferior a 20 partes por milhão (ppm);
  • Hidrogênio;
  • Acetileno.

Classe B:

  • Fluidos combustíveis com temperatura inferior a 200 ºC;
  • Fluidos tóxicos com limite de tolerância superior a 20 partes por milhão (ppm).

Classe C:

  • Vapor de água, gases asfixiantes simples ou ar comprimido.

Classe D:

  • Outro fluido que não está enquadrado acima. 

Além destas aplicações, a NR-13 destaca a necessidade de análise técnica e de criação de medidas de contingência que contribuam com a mitigação de riscos.

 

Identificação e instalação: dois pontos importantes da NR-13

A NR-13 aborda todos pontos relacionados à garantia de segurança de caldeiras e vasos de pressão, dentre os quais a identificação e a instalação merecem destaque.

As placas de identificação são, segundo a NR-13, obrigatórias. Elas são utilizadas para indicar locais, alertas, informações de patrimônio, equipamentos, entre outros. 

Caberá à placa de identificação informar dados essenciais do equipamento, auxiliando na operação, instalação, inspeção e manutenção.

O item 13.4.1.4 da NR-13 informa que toda caldeira deve ter placa de identificação indelével, fixada em seu corpo em local de fácil acesso e visível. 

Quanto à instalação do equipamento, a NR-13 estipula que as caldeiras “devem ser instaladas em casa de caldeiras ou em local específico para tal fim, denominado área de caldeiras”. 

Assim, para instalar a caldeira de forma correta e segura a NR-13 indica diversas regras para caldeiras em ambientes abertos ou fechados.

 

Operação e treinamento merecem grande destaque na norma

Caldeiras e vasos de pressão são equipamentos que funcionam sempre sob alta pressão e temperatura, consequentemente, qualquer falha pode gerar acidentes e estes podem ter potencial para causar uma grande catástrofe. 

Como forma de evitar isso, a NR-13 indica a necessidade de seguir uma série de medidas que garantam a segurança operacional da caldeira. Tais medidas estão dispostas no item 13.4.3, da NR-13.

Inicialmente é necessário que as caldeiras possuam manual de operação atualizado, em língua portuguesa e que esteja em local de fácil acesso aos operadores.

Mas, além do manual de operação atualizado, a NR-13 ainda exige que:

  • Os instrumentos devem estar sempre calibrados e em boas condições operacionais;
  • A qualidade da água deve ser continuamente controlada, exigindo tratamentos, quando necessário;
  • Toda caldeira deve estar, obrigatoriamente, sob operação e controle de um operador de caldeira;

Por fim, o operador deve receber o devido treinamento. Este treinamento, por sua vez, deve, obrigatoriamente:

  • Ser supervisionado tecnicamente por PH;
  • Ser ministrado por profissionais capacitados para esse fim;
  • Obedecer, no mínimo, ao currículo proposto no item A2, da NR 13;
  • Possuir acompanhamento durante a prática profissional, conforme item A1.5, da NR 13;
  • Ser exclusivamente na modalidade presencial;
  • Ter carga horária mínima de 40 horas.

A NR-13 também prevê a reciclagem permanente por meio de informações das condições físicas e operacionais dos equipamentos, atualização técnica e informações de segurança.

Diante destes pontos, fica claro que a NR-13 tem grande relevância na indústria ao estabelecer quais são os requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural tanto de caldeiras a vapor, quanto de vasos de pressão e suas tubulações.

Com isso, as empresas que acompanham as especificações desta norma levarão maior proteção à integridade física dos seus trabalhadores.

[Contato] Quer ter a melhor caldeira do Brasil? Clique aqui e entre em contato! | Entre em contato| Burntech

Para saber mais sobre caldeiras industriais, continue acompanhando o blog da Burntech. 

5/5 - (3 votes)

Compartilhe esse post!

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Caldeira aquatubular na geração energética

Caldeira aquatubular na geração energética: entenda a importância

De grande importância na transição da matriz energética brasileira, as termelétricas são caracterizadas por gerar grandes demandas de vapor. Assim, são a segunda maior geradora de energia do país. Para isso, muitos projetos optam pela caldeira aquatubular. As...
ASME

Normas ASME em caldeiras: garantindo segurança e eficiência

Para total qualidade e eficiência, caldeiras e vasos de pressão devem possuir uma estrutura de engenharia muito bem elaborada, evitando que, em operação, elas enfrentem falhas simples e até acidentes de maior gravidade. A norma que proporciona isso é a ASME....
Limpeza de caldeiras

Manutenção periódica e limpeza de caldeiras: saiba quando e como fazer

De acordo com dados extraídos do banco de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e citados neste relatório, entre 2016 e 2020, foram registrados 9.347 acidentes de trabalho relacionados a caldeiras e vasos de pressão no Brasil, resultando em 49 óbitos. Por...
Caldeira na indústria farmacêutica

Caldeira na indústria farmacêutica: conheça a importância

A caldeira é um essencial para a geração de vapor em muitas indústrias, desde a alimentícia até a de petróleo. Mas você sabia que a indústria farmacêutica também depende dela? Nesse segmento, o vapor faz parte de atividades desde o aquecimento até a esterilização de...
Eficiência energética da caldeira a biomassa

6 dicas para aumentar a eficiência energética da caldeira a biomassa

O uso da caldeira a biomassa é, na atualidade, uma opção ideal para muitas indústrias, principalmente pelo custo-benefício e pela sustentabilidade oferecida.  No entanto, é preciso garantir que essas caldeiras tenham a maior eficiência energética possível, a fim de...
Melhor caldeira industrial

Saiba qual é a melhor caldeira industrial para o seu negócio

A eficiência energética é extremamente importante para o sucesso das indústrias. Independente do ramo de atuação, a energia faz parte do processo produtivo. Para gerá-la, é comum utilizar uma caldeira industrial. A caldeira industrial é um equipamento necessário em...
Sistema de vapor

Geração de vapor: como funciona um sistema de vapor industrial?

O “coração” do sistema de vapor industrial é o gerador de vapor. Ele usa uma fonte de calor para ferver a água e convertê-la em vapor. Consequentemente, a energia contida no vapor atua em uma ampla gama de aplicações industriais. Por meio de um sistema de vapor, irá...
Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Nos mais variados processos industriais, a geração de vapor é uma das necessidades mais relevantes por permitir a realização de procedimentos essenciais para a maioria dos segmentos. A energia contida no vapor é fundamental em uma ampla gama de aplicações industriais,...
Caldeira para laticínio

Caldeira para laticínio: entenda a importância para o segmento

A indústria de laticínios produz alimentos à base de leite, como queijos, iogurte e requeijão. Para a realização dos processos, utilizam a caldeira para laticínio. Esse equipamento é fundamental para a produção de calor, muito utilizado para a criação de múltiplos...
Caldeira industrial

Caldeira Industrial: saiba como escolher o modelo ideal

Essencial em diferentes tipos de processos industriais, a caldeira industrial tem a função de produzir e acumular vapor sob elevadas pressões, utilizando a queima de combustíveis, como óleos e a biomassa. Por sua ampla utilidade, há diferentes tipos de caldeiras que...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *