Tratamento de água em caldeiras: Entenda porque é importante

19 set, 2022 | Caldeiras, eficiência, Temperatura, Tratamento de água | 0 Comentários

Uma operação bastante comum na indústria é a geração de vapor. Para que esse vapor tenha qualidade e quantidade suficientes, fatores como o correto dimensionamento das caldeiras, tipo de combustível e, principalmente, um bom tratamento de água utilizada são fundamentais.

Em caldeiras, um correto tratamento de água impacta na eficiência energética como um todo, melhorando a qualidade da operação e tornando o processo de geração de vapor muito mais seguro.

Diante dessa importância, é essencial que você conheça quais são os fatores que exercem influência na qualidade do tratamento de água, consequências do mau tratamento e as etapas desse processo.

 

Qualidade da água: Relação direta com a eficiência das caldeiras

O vapor é um insumo necessário nos mais diversos segmentos industriais, como têxtil, farmacêutico, químico e de alimentos. A cada hora, caldeiras industriais produzem toneladas de vapor que abastecem as mais diferentes máquinas.

Para que ocorra a produção de vapor, as caldeiras são alimentadas com água. Ela é constantemente aquecida, alcançando uma temperatura que transforma o elemento em vapor.

Mas, para que a água utilizada na caldeira esteja própria para o uso, a mesma deverá passar por tratamentos específicos. Eles promovem a eliminação de substâncias nocivas ao equipamento, aumentam a durabilidade e a eficiência da caldeira.

É importante salientar que quando falamos em tratamento de água da caldeira, não significa que vamos deixá-la potável para consumo humano e sim para que não faça com que a caldeira tenha incrustações, corrosão e arraste, que comprometam sua eficiência.

 

Consequências do tratamento incorreto da água em caldeiras

Como vimos anteriormente, o tratamento de água é essencial para elevar a eficiência energética das caldeiras. 

Mas, quando a água não recebe o correto tratamento, ela pode levar para dentro da caldeira uma quantidade excessiva de contaminantes, que são divididos em três classes:

  • Sólidos suspensos – Materiais que causam turbidez e cor na água (são visíveis);
  • Sólidos dissolvidos – Não são vistos a olho nu, mas estão presentes na água;
  • Gases dissolvidos.

Quando em excesso, estes contaminantes podem causar inúmeras consequências desagradáveis, como a corrosão, as incrustações e arraste.

A corrosão é decorrente do excesso de gases dissolvidos ou mau acondicionamento de pH, seja por oxigênio, e pH baixo ou alto também.

Os sólidos suspensos são também um problema, pois ao se depositarem formam incrustações e excesso de lama. Podem também gerar arraste de água no vapor (vapor molhado), que apresenta qualidade comparativamente inferior.

Por fim, os sólidos dissolvidos, caso da sílica, cálcio, magnésio, ferro e alumínio, são vilões da falta de tratamento de água. Quando aquecidos, estes sólidos sofrem algum grau de insolubilidade e também formam incrustações.

 

Processos utilizados para o tratamento de água em caldeiras

Para caldeiras, o tratamento de água de alimentação envolve diferentes etapas, que podem ser divididas em: o tratamento externo e tratamento interno.

 

Tratamento externo

Este tipo de tratamento gera uma água com as seguintes características:

  • Redução na concentração e presença de sais e óxidos dissolvidos e ausência de gases dissolvidos, como o CO2;
  • Baixa concentração de SiO2 (sílica solúvel);
  • Água isenta de dureza total;
  • Remoção de sólidos em suspensão;
  • Remoção de materiais orgânicos, como óleos e graxas.

Neste tipo de tratamento, a primeira fase, conhecida como tratamento preliminar, é responsável pela clarificação ou filtração, realizada normalmente em uma estação de tratamento (ETA).

A segunda fase, conhecida como tratamento complementar, pode ser dividido em 3 etapas:

  1. Abrandamento: remoção da dureza total da água através da troca iônica;
  2. Desmineralização: também realizada por troca iônica, onde são removidos os íons negativos e positivos dissolvidos presentes na água;
  3. Osmose reversa: etapa realizada por processo de separação por membrana, resultando na desmineralização da água.

 

Tratamento interno

Esse processo é fundamental para garantir a qualidade da água de alimentação de caldeiras.

Nele são adotadas etapas que garantem o controle de possíveis problemas ocasionados no interior das caldeiras, como a incrustação, corrosão e arraste. Para isso, alguns procedimentos são adotados:

  • Eliminação da dureza da água: Podem ser adotadas duas formas: precipitação com fosfatos ou tratamento com quelatos;
  • Controle do pH e da alcalinidade;
  • Eliminação do oxigênio dissolvido: para controlar a corrosão, são realizadas a aplicação de agentes redutores e O2, como sulfito de sódio e hidrazina;
  • Controle de teor de cloretos e sólidos totais: Etapa importante para manter o controle do arraste, podendo ser realizado através de purgas.

Diante de tudo que vimos neste conteúdo, o tratamento de água, quando realizado da forma correta, é muito importante para que todo o processo industrial funcione bem, garantindo maior segurança aos processos produtivos e mais eficiência energética.

 

Continue acompanhando o blog da Burntech e saiba muito mais sobre caldeiras e seus acessórios.

quanto-vale-1-da-eficiencia-da-sua-caldeira

5/5 - (3 votes)

Compartilhe esse post!

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Caldeira aquatubular na geração energética

Caldeira aquatubular na geração energética: entenda a importância

De grande importância na transição da matriz energética brasileira, as termelétricas são caracterizadas por gerar grandes demandas de vapor. Assim, são a segunda maior geradora de energia do país. Para isso, muitos projetos optam pela caldeira aquatubular. As...
ASME

Normas ASME em caldeiras: garantindo segurança e eficiência

Para total qualidade e eficiência, caldeiras e vasos de pressão devem possuir uma estrutura de engenharia muito bem elaborada, evitando que, em operação, elas enfrentem falhas simples e até acidentes de maior gravidade. A norma que proporciona isso é a ASME....
Limpeza de caldeiras

Manutenção periódica e limpeza de caldeiras: saiba quando e como fazer

De acordo com dados extraídos do banco de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e citados neste relatório, entre 2016 e 2020, foram registrados 9.347 acidentes de trabalho relacionados a caldeiras e vasos de pressão no Brasil, resultando em 49 óbitos. Por...
Caldeira na indústria farmacêutica

Caldeira na indústria farmacêutica: conheça a importância

A caldeira é um essencial para a geração de vapor em muitas indústrias, desde a alimentícia até a de petróleo. Mas você sabia que a indústria farmacêutica também depende dela? Nesse segmento, o vapor faz parte de atividades desde o aquecimento até a esterilização de...
Eficiência energética da caldeira a biomassa

6 dicas para aumentar a eficiência energética da caldeira a biomassa

O uso da caldeira a biomassa é, na atualidade, uma opção ideal para muitas indústrias, principalmente pelo custo-benefício e pela sustentabilidade oferecida.  No entanto, é preciso garantir que essas caldeiras tenham a maior eficiência energética possível, a fim de...
Melhor caldeira industrial

Saiba qual é a melhor caldeira industrial para o seu negócio

A eficiência energética é extremamente importante para o sucesso das indústrias. Independente do ramo de atuação, a energia faz parte do processo produtivo. Para gerá-la, é comum utilizar uma caldeira industrial. A caldeira industrial é um equipamento necessário em...
Sistema de vapor

Geração de vapor: como funciona um sistema de vapor industrial?

O “coração” do sistema de vapor industrial é o gerador de vapor. Ele usa uma fonte de calor para ferver a água e convertê-la em vapor. Consequentemente, a energia contida no vapor atua em uma ampla gama de aplicações industriais. Por meio de um sistema de vapor, irá...
Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Geração de vapor para processos industriais: entenda a importância

Nos mais variados processos industriais, a geração de vapor é uma das necessidades mais relevantes por permitir a realização de procedimentos essenciais para a maioria dos segmentos. A energia contida no vapor é fundamental em uma ampla gama de aplicações industriais,...
Caldeira para laticínio

Caldeira para laticínio: entenda a importância para o segmento

A indústria de laticínios produz alimentos à base de leite, como queijos, iogurte e requeijão. Para a realização dos processos, utilizam a caldeira para laticínio. Esse equipamento é fundamental para a produção de calor, muito utilizado para a criação de múltiplos...
Caldeira industrial

Caldeira Industrial: saiba como escolher o modelo ideal

Essencial em diferentes tipos de processos industriais, a caldeira industrial tem a função de produzir e acumular vapor sob elevadas pressões, utilizando a queima de combustíveis, como óleos e a biomassa. Por sua ampla utilidade, há diferentes tipos de caldeiras que...

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Sistema de alimentação de água da caldeira: como funciona - Burntech - […] acompanhar detalhes da importância do tratamento de água de alimentação da caldeira confira este artigo exclusivo do Blog da…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *